Empresa

A ADUTRA CONSULTORIA EMPRESARIAL é uma empresa com sólida experiência de mercado no meio empresarial. Seu foco principal é GESTÃO ESTRATÉGICA TRABALHISTA, CONSULTORIA e TREINAMENTO em temas ligados à terceirização de serviços e prevenção de riscos trabalhistas, fiscais e previdenciários nas organizações. Com larga experiência no tema terceirização, a ADUTRA é referência nacional no tema de Gestão de Risco da Terceirização. Com atuação nacional a ADUTRA, possui ainda, uma importante rede de parceiros nas áreas jurídica (contencioso), saúde e segurança do trabalho, gestão de serviços e TI.

Entenda um pouco da nossa marca e valores:



ADRIANO DUTRA - Diretor

Advogado e Consultor de Empresas com especialização em Gestão Empresarial pela UNISINOS;

Responsável pela direção executiva de projetos de consultoria em terceirização, gestão de risco de contratos terceirizados, projetos jurídicos (área trabalhista) nas seguintes empresas: ABB, ABOISSA, ARTFIX, AVON, AMATA BRASIL, AMERICAN TOWER, BM&F BOVESPA, BANCOOB, CATERPILLAR, CIELO, CORS, EBX, EXPERTISE GROUP, FUNDAÇÃO IBERÊ CAMARGO, GRUPO A, GRUPO BOTICÁRIO, OI, PAGE GROUP, PHILIP MORRIS, PROSEGUR, REDE GLOBO, SOUZA CRUZ, SUZANO, TERRA, TGESTIONA, THYSSENKRUPP, TRANSGOBBI, UNIMED POA, VALE, VIVO, WALAR, dentre outras (projetos em andamento ou concluídos);

Diretor das áreas operacional e comercial de projetos de consultoria e Gestão de risco da Terceirização na LEVEL GROUP;

Palestrante em temas ligados à terceirização, gestão de terceiros e direito do trabalho, treinou executivos e gestores, em eventos nacionais e internacionais, nas seguintes organizações: ABRH, ALBRAS, ALUNORTE, ANGC, APPROLOG, AVON, BANCOOB, CÁMARA ESPAÑOLA, FIA (Fundação Instituto de Administração), GRUPO BOTICÁRIO, IEL/FIERGS, Itau BBA, KSPG, MICHAEL PAGE, MRN MINERAÇÃO RIO DO NORTE, SABESP, SEFAZ/RS, STIHL, TERRA, TGESTIONA, TRT9, VALE, WALAR, dentre outras;

Especialista selecionado pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) para participação como palestrante na audiência Pública sobre Terceirização em outubro/2011.

Conselheiro voluntário, desde maio/2006, da ONG VOCAÇÃO – Você em Ação - www.vocacao.org.br

Co-autor dos livros:

- Gestão de Risco da Terceirização (Badejo Editorial 2017);

- Gestão Plena da Terceirização - o diferencial estratégico (Editora Qualitymark, 2008);

- Empresabilidade na Gestão de Serviços (Badejo editorial, 2003);

- Um passo além da terceirização (Badejo editorial, 2002);

- Quarteirização – redefinindo a terceirização (Badejo editorial, 2000);



LIVROS PUBLICADOS

Gestão de Risco na Terceirização

Adriano Dutra da Silveira | Adriana Martello | Ana Carolina Tavares Torres | Fabiana Guerra Mafra | Fernando di Sora | Luciano Mazzali | Walter Freitas

informações

José Pastore
Professor da FEA-USP.
Presidente do Conselho de Emprego e Relações do Trabalho da FECOMÉRCIO-SP.
Membro da Academia Paulista de Letras.

A terceirização é o assunto mais polêmico no campo das relações do trabalho. É imensa a literatura que trata do tema. Só no site Amazon.com há mais de 6 mil títulos que abordam as dimensões técnica, econômica, jurídica e organizacional do processo de contratação de serviços de terceiros.

No Brasil estamos atrasados. Enquanto nossos concorrentes utilizam as mais variadas formas de terceirização para ganhar eficiência e competitividade nos mercados globais, nós, os brasileiros, estamos a discutir qual é a diferença entre atividade meio e atividade fim. No Congresso Nacional, por quase 20 anos, tramitam os mais variados projetos de lei sobre o assunto. Chegamos a 2016 e, ao que tudo indica, a regulação da terceirização será adiada mais uma vez.

Como a terceirização é um fato econômico indispensável para a operação de empresas e geração de empregos na sociedade moderna, o mais importante, neste momento, é buscar-se a melhor maneira de se terceirizar serviços com segurança para as empresas e respeito para os trabalhadores. Para tanto, é imprescindível saber como terceirizar bem. Esta é a grande contribuição deste livro. Gestão de risco da terceirização, organizado por Adriano Dutra da Silveira, profissional de enorme competência no assunto, oferece um conjunto de normas práticas e seguras para se respeitar a legislação em vigor nos contratos de terceirização e, com isso, reduzir os riscos de contratações descuidadas e malfeitas. Nesta obra os autores fazem um relato sucinto da evolução das ideias de terceirização no Brasil, assim como das várias formas de sua implementação. O grande destaque deste livro, no entanto, está nas sugestões e recomendações aos gestores de recursos humanos e operadores do direito com vistas a reduzir riscos e evitar a maculação da reputação e das finanças das suas empresas em aventuras que podem redundar em prejuízos irreparáveis. Trata-se de recomendações simples e práticas de quem já viveu esse processo durante vários anos e tem segurança naquilo que recomenda. A gestão dos riscos que envolve a terceirização é a tarefa mais crucial na utilização dessa importante ferramenta de gestão empresarial. A análise dos riscos tem de ser realizada no exame prévio sobre a decisão de terceirizar, do que e por que terceirizar; na avaliação da reputação da empresa a ser contratada; no exame da sua saúde financeira e do seu histórico de compliance nos campos trabalhista, previdenciário e das normas de saúde e segurança do trabalho, assim como na redação precisa do contrato, formas de monitoramento, registro de resultados e avaliação geral da decisão tomada vis-a-vis a utilização de pessoal do próprio quadro da empresa. Gestão de risco da terceirização contém um material precioso para os estudiosos da terceirização no Brasil e, sobretudo, para os que têm a responsabilidade de terceirizar de modo adequado e seguro.



Gestão de Plena Terceirização - O Diferencial Estratégico

Rogério Pires Moraes | Adriano Dutra da Silveira | Newton Saratt

A terceirização é hoje uma prática plenamente consolidada no meio empresarial, indispensável à manutenção da competitividade das empresas. No entanto, sua gestão carece de maior atenção por parte dos empresários, que ainda cometem muitos erros na sua implantação e na política de relacionamento com os terceiros.

Neste livro, três dos maiores especialistas em terceirização no Brasil mostram ao leitor como implantar a gestão plena da terceirização em suas empresas.

A gestão plena terceirização defende uma atuação proativa por parte do gestor, que hoje aind a é muito mais um gerenciador, um solucionador de problemas do que um profissional com visão estratégica. Isso cria uma série de vulnerabilidades na empresa, que poderiam ser facilmente evitadas com um sistema adequado de gestão de contratos e terceiros. Além de apresentar a gestão plena da terceirização e suas vantagens, esta obra oferece um diagnóstico da tereirização no Brasil, remetendo-nos a seus primórdios e projetando cenários para seu futuro. Também é feita uma detalhada análise de seus aspectos jurídicos, incluindo o que há de mais recente em termos de decisões judiciais. Os autores não se detêm apenas no campo teórico, aprofundando os aspectos práticos da terceirização e explicando com riqueza de exemplos reais os problemas e desafios da terceirização no Brasil.



Empresabilidade na Gestão de Serviços

Rogério Pires Moraes | Adriano Dutra da Silveira | Newton Saratt

Qualquer empresa que deseje manter-se no mercado precisa apresentar uma elevada taxa de empresabilidade, definida com a capacidade de criar ambientes e processos que ermitam reter seus principais talentos, sejam gestores ou terceiros, atingindo sempre o melhor resultado, com menor custo e maior valor agregado, e garantindo, assim, sua competitividade. Manter a empresabildade em alta exige a constante revisão das práticas administrativas utilizadas e a adoção de estratégias inovadoras e adequadas à realidade de cada organização.



Um passo além da Terceirização

Rogério Pires Moraes | Adriano Dutra da Silveira | Newton Saratt

A terceirização deixou de ser apenas a compra de serviços, tal como ocorria em sua origem. Com o passar do tempo, essa ferramenta de gestão ramificou-se e gerou novas modalidades. É o caso da terceirização plena ou transferência de atividades e tecnologia. Nessa espécie do gênero terceirização, não se fala em simples prestação de serviços e sim em compra de produto, o que resulta em um novo enquadramento legal.



Quarteirização - Redefinindo a Terceirização

Newton Saratt | Adriano Dutra da Silveira | Arlindo Daibert | Rogério Pires Moraes

A prática da contratação de terceiros vem crescendo e chegando a todas as áreas das empresas, inclusive àquelas tradicionalmente consideradas estratégicas e indelegáveis, como a produção. A contratação intensiva e a gestão da relação com os parceiros requerem planejamento, metodologia e especialização, sob pena de o ganho esperado transformar-se em fracasso.